Brasil é o 3 país com mais vídeos deletados pela plataforma de vídeos da Google

O YouTube mostrou um relatório de transparência sobre a ação do serviço em limitar conteúdos publicados. A informação traz dados de clipes e comentários excluídos por não estarem de acordo com normas dacomunidade e das políticas da plataforma.

Segundo o relatório apenas no segundo trimestre de 2020, o YouTube tirou cerca de 11,4 milhões de conteúdos da sua plataforma. O Brasil foi um dos lugares que mais se destacaram no aspecto negativo nesse quesito, tendo 981 mil vídeos e ficando atrás dos Estados Unidos e Índia.

Ademais, aproximadamente 2 bilhões de comentários foram deletados por não estarem de acordo com as diretrizes da plataforma e quase 2 bilhões de canais foram deletados pelo mesmo motivo.O número de remoções cresceu muito no segundo trimestre de 2020 em comparação ao começou do ano. A causa, de acordo com aempresa, foi a mudança de algumas medidas de funcionamento desses mecanismos. Devido ao coronavírus, a força de trabalho humano da plataforma de vídeo foi reduzida, e ferramentas tecnológicas (algoritmos e filtros) acabaram conseguindo mais destaque. As máquinas tiveram trabalho: quase 11 milhões de vídeos foram deletados pela detecção automatizada. Denúncias de pessoas, revisores humanos e parcerias com ONGs e agências governamentais foram outras pontos inicias de eliminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *