CEO do TikTok deixa o cargo depois de três meses

Durou somente três meses no Kevin Mayer como CEO do TikTok. que foi contratado no final do primeiro semestre de 2020, o Kevin comunicou internamente nesta nesta semana que vai deixar o cargo por causa da alta pressão política que a o aplicativo chinês vem sofrendo.

Nas últimas semanas, enquanto o meio político mudou drasticamente, eu pensei significativamente em o que as alterações corporativas estruturais vão precisar, e o que isso significa para o papel mundial que aceitei fazer parte. (…) Contra esse pano de fundo e enquanto esperamos ter uma solução de maneira rápida, é com lamento que aviso a todos vocês que eu decidi deixar a empresa”, diz o comunicado obtido pela CNN.

 A vinda de Mayer ao cargo foi considerada algo bem surpreendente. Pois, ele era um dos responsáveis pelos serviços de streaming da Disney, incluindo encabeçando a divulgação e a ampliação do Disney+. No instante da contratação, ele se mostrou bem feliz em explorar o grande potencial da plataforma em áreas como música e jogos.

Panela de pressão

O meio político conturbado citado pelo agora ex-CEO mostra principalmente a possível exclusão do TikTok nos EUA. Donald Trump, assinou uma ordem que proíbe negociações da redes sociais com companhias americanas e definiu metade de setembro de 2020 o marco para que ela entre em vigor.

Em contrapartida, o app processou o governo dos Estados Unidos. Enquanto, negociações estão sendo tratadas para a venda da divisão norte-americana ou mundial da rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *