Propagandas espiões continuam ligadas mesmo depois da exclusão da Google

A medida da empresa de tecnologia que excluiu anúncios nos resultados de procura que ofereciam app de espionagem e coleta de informações pessoas de ativada de forma oficial nesta semana. Em teoria, os chamados “stalkerware”, indicados fundamentalmente a celulares Androids, deveriam desaparecer dos anúncios apresentados nas páginas de pesquisa. Contudo, Em alguns casos mais explícitos dessas páginas sugere essas práticas ilegais.

A Google assegurou que um desses apps foi excluído do buscador logo em sequência e que nem todas as atitudes são de efeito rápido. Mesmo sendo intencionada, a ação da organização recebeu críticas por não ser muito transparente em comparação com o funcionamento e poder delimitar até mesmo apps que são bem utilizados no setor, como serviços de controle parental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *